GERAÇÃO PRÉ-ADÂMICA

terça-feira, 17 de maio de 2016

DEUS DESCANSOU NO 7º DIA?



Qual o Sétimo Dia Deus descansou???
Bom estudo, Deus te abençoe em Graça e em conhecimento!
“Assim os céus, e a terra e todo o seu exército foram acabados.
E havendo Deus acabado NO SÉTIMO DIA a sua obra, que tinha feito, DESCANSOU NO SÉTIMO DIA DE TODA A SUA OBRA QUE TINHA FEITO.
E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra, que Deus criara e fizera.” Gn. 2:1-3

Baseados apenas na letra da Palavra, todos os sabatistas pregam que Deus descansou após a criação do mundo, num suposto SÉTIMO DIA de 24 h. 
No entanto, convidamos o amigo leitor a conferir pelo EVANGELHO DE CRISTO, se esta interpretação é verdadeira ou não.

A preocupação do Apóstolo Paulo, era para que os judeus da Igreja primitiva, aprendessem a ver as Escrituras (A.T.) não pela letra, mas com OS OLHOS DO ENTENDIMENTO, através da REVELAÇÃO DA LETRA.
Assim, para compreendermos também a Palavra de Deus, que é espiritual; temos que examiná-la, não somente no ponto de vista humano, mas principalmente no seu âmbito espiritual .
”Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da Glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação;
Tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da vossa vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos”. Ef. 1:17-18

1). DEUS TERIA SE CANSADO NA CRIAÇÃO DO MUNDO?
Não, isto é mais outro grave erro de interpretação dos sabatistas, pois a Escritura é clara: Deus NÃO SE CANSOU E NEM SE FADIGOU NA SUA CRIAÇÃO.
“Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o criador dos fins da terra, nem se cansa nem se fadiga? Não há esquadrinhação do seu entendimento”. Is. 40:28

2). DEUS TERIA DESCANSADO NUM DIA DE 24 H. CONFORME PREGAM OS SABATISTAS?
Não, este é outro erro dos sabatistas, pois Deus não está sujeito à nossa cronologia humana.
“...Um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia”. 2 Pe. 3:8b.

3). DEUS ESTARIA NUM CORPO DE “CARNE” E NA TERRA PARA TAL DESCANSO?
Não, DEUS É ESPÍRITO e portanto, Seu corpo era e é, ESPIRITUAL.
“Deus é espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.” Jo. 4:24

Por que então a Escritura do A.T. afirmava que Deus descansou no sétimo dia?
Porque a mensagem da lei e os profetas, em sua maioria "ERA PROFÉTICA" (projectava o futuro). Em razão disso, que durante tempo de sua vigência no A.T. ela cumpria o papel de “SOMBRAS, TESTEMUNHO” (Rom. 3:21) dos bens futuros (Hb. 10:1). Pois, a lei no rudimento da sua “LETRA” até a vinda de Cristo, não possuía a condição de apresentar à criatura humana, A IMAGEM EXATA DAS COISAS; tanto do PERFIL quanto do DESCANSO DE DEUS, sem o acompanhamento da REVELAÇÃO do EVANGELHO, manifestado mais tarde pelo próprio Senhor Jesus.
“Todas as coisas me foram entregues por meu Pai: E ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar”. Mt. 11:27

Este verso mostra claramente a falta de conhecimento bíblico dos sabatistas em geral, ao querer discernir O DESCANSO DE DEUS, baseado em apenas Moisés, imaginando que o descanso do Altíssimo seja UM SIMPLES SÁBADO DE 24h.
Porém, Cristo nos diz cima, que antes da sua vinda ao mundo, ninguém "CONHECIA A DEUS", senão em "SOMBRAS"; por isto, que Ele foi enviado para resplandecer A LUZ"; nos fazer CONHECER O PAI, e com Ele também o verdadeiro DESCANSO DE DEUS..

O QUE TERIA CANSADO A DEUS?
Conforme lemos acima (Is. 40:28), Deus não se cansou com o labor de Sua criação: Nem com a criação do mundo invisível antes, e nem com a do mundo visível depois.

A explicação vem das eras eternas:
Antes da fundação do mundo, toda a criação do mundo invisível viviam no descanso eterno, em “COMUNHÃO COM O PAI, O FILHO E O ESPÍRITO SANTO”, conforme disse Jó.
“Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus rejubilavam?  Jó. 38:7

Até surgir no céu a iniquidade de Lúcifer
“Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniquidade em ti.” Ez. 28:15

A iniqüidade sim, que veio dar trabalho e cansar a Deus; pois O PECADO uma vez manifestado no céu, rompeu “A COMUNHÃO” do Pai, do Filho, e do Espírito Santo, com a sua criação celeste (com os anjos que pecaram).
a). Lúcifer invejou a glória de Deus. Is. 14:13.
b). Lúcifer fez comércio injusto no céu. Ez. 28:16.
c). Lúcifer contaminou a terça parte dos anjos no céu. Jó. 4:18 – Ap. 12:4.
d). Lúcifer contaminou os céus. Jó. 15:15.
e). Ele foi homicida desde o principio, e por não se firmar na verdade (Jo. 8:44), foi expulso com seus anjos do DESCANSO ETERNO. Ap. 12:9.

PORTANTO, O PECADO FOI QUE CANSOU DEUS, conforme o próprio testificou:
“...Mas me deste trabalho com os teus pecados, e me cansaste com as tuas maldades.” Is. 43:24

COM A CRIAÇÃO DO NOSSO MUNDO, APÓS A QUEDA DE ADÃO, DEUS INICIA O PROCESSO DA RECONCILIAÇÃO DE “TODAS AS COISAS” EM CRISTO
“E que, havendo por Ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio D’ele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra como as que estão nos céus.” Cl. 1:2

Até hoje, os sabatistas pregam erroneamente, que Deus descansou no SÉTIMO DIA da criação; mas O EVANGELHO DE CRISTO, nos revela que esse descanso ainda não aconteceu; veja porque:

OS TRÊS MISTÉRIOS DO SÉTIMO DIA


1)- O tempo de Deus:
O texto do Gênesis (Gn. 2:1-3) é profético; na linguagem profética um texto Bíblico ou um trecho dentro dum versículo, pode mostrar diferença de tempo de até 6.000 anos, ou mais. Exemplos: Gn. 2:24 - 3:15 – 49:10, Dan. 2:44, etc...

2)- A obra perfeita de Deus:
Deus, jamais fez a sua obra pela metade, o próprio verso afirma que a criação de Deus, foi DUPLA. Além d'Ele CRIAR, Ele também "FEZ".
“E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou DE TODA A SUA OBRA, que Deus CRIARA E FIZERA.” Gn. 2:3

Esse mesmo verso que afirma na sua “LETRA” que Deus DESCANSOU NO SÉTIMO DIA (criara), é o mesmo que pela “REVELAÇÃO DA LETRA”, nos diz que O DESCANSO DE DEUS será futuro, após a RESTAURAÇÃO DE TODA A SUA CRIAÇÃO: FIZERA. Ou seja: Deus descansará somente quando Ele tiver acabado TODA A SUA OBRA EM CRISTO. Não sou eu quem diz isto, mas o próprio Filho de Deus:
“E por esta causa os judeus perseguiram a Jesus, e procuravam matá-lo; porque fazia estas coisas NO SÁBADO.
E Jesus lhes respondeu: meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também.” Jo. 5:16-17

Para isso, CRISTO PRECISA PRIMEIRO, ANIQUILAR (literalmente) TODO O PECADO a partir da sua próxima vinda e no seu Reino Milenar, congregando a criação novamente AO REPOUSO ETERNO DO PAI.
“Descobrindo-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo.
De tornar a congregar em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra.” Ef. 1:9-10

3)- O sétimo dia que Deus descansou, não foi criado como os demais seis dias:
O SÉTIMO DIA de descanso para o homem, é um dia de 24h do nosso calendário, foi dado exatamente em memória DO VERDADEIRO SÉTIMO DIA PROFÉTICO,  O DESCANSO ETERNO DE DEUS; não como ensinam erroneamente os sabatistas, dizendo que este sábado de 24h, foi o dia em que Deus descansou (?).

Explicando melhor:
A criação do nosso mundo do 1º ao 6º dia (Gn. 1:1-31), foram mencionados na Bíblia dentro do horário terreno de 24h (tarde/manhã). Todavia, a criação do SÉTIMO DIA, NO QUAL DEUS REPOUSOU (REPOUSARÁ), Ele usou outro parâmetro de tempo (o profético). Tanto é verdade, que a Bíblia nem menciona em Génesis, o mesmo tempo de 24h (tarde/manhã), para a criação do SÉTIMO DIA; antes, menciona sim, “o sábado de descanso” para o homem, estipulado pela “SOMBRA DA LEI” (Êx. 20:8-11), que memorial ao SÁBADO ETERNO.

Portanto esse SÉTIMO DIA EM QUE DEUS REPOUSOU, trata-se não de um sábado de 24h, mas, de um DIA PROFÉTICO, UM SÉTIMO DIA MILENAR - O ANO SABÁTICO, no qual Deus em Cristo, ACABARÁ TODA A OBRA DA SUA CRIAÇÃO. Pois a obra de Deus, não se resume apenas na obra da criação (visível e invisível), mas também, OBRA DA RESTAURAÇÃO DE TODA A SUA CRIAÇÃO (Ez. 36:35-36); culminando com o aniquilamento do “INÍQUO – Satanás”, ao final do Reino Milenar de Cristo (Ap. 20:9-10), conforme também expressou o apóstolo Paulo:
“E o Deus de paz esmagará em breve Satanás debaixo dos vossos pés. A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo seja convosco. Amém.” Rm. 16:20

“DEPOIS VIRÁ O FIM, (de toda a obra) quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e QUANDO HOUVER ANIQUILADO TODO O IMPÉRIO, E TODA A POTESTADE E FORÇA.
E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos.” 1 Co. 15:24 e 28

ENTÃO, CUMPRIR-SE-Á  GÊNESIS (2:1-3), NA SUA VISÃO PROFÉTICA
“Assim os céus, e a terra e todo o seu exército foram acabados.
E havendo Deus acabado NO SÉTIMO DIA a sua obra, que tinha feito, DESCANSOU NO SÉTIMO DIA DE TODA A SUA OBRA, QUE TINHA FEITO.
E abençoou Deus O DIA SÉTIMO, E O SANTIFICOU; porque NELE DESCANSOU DE TODA A SUA OBRA, que Deus CRIARA E FIZERA.”

CONCLUSÃO:
“Temamos, pois que, porventura, deixada a promessa DE ENTRAR NO SEU REPOUSO, pareça que algum de vós fica para trás.
Porque também a nós (a Igreja) foram pregadas AS BOAS NOVAS, como a eles (os sabatistas), mas a palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não estava misturada COM A FÉ naqueles que a ouviram”. Hb. 4:1-2

Para meditar:
A Teologia que não conhece o Pai pelo EVANGELHO DO FILHO, pode pregar O SEU DESCANSO pela “LETRA DE MOISÉS”?

Jaime e Júlio - Curitiba Pr.

Nenhum comentário:

Postar um comentário