GERAÇÃO PRÉ-ADÂMICA

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

JESUS NÃO TINHA ONDE RECLINAR A CABEÇA POR QUE ERA UM SEM-TETO? R:NÃO!



Em Mateus 8.12-22, quando Jesus disse que não tinha onde reclinar a cabeça, percebemos que Ele usa uma linguagem figurada para enfatizar sua prioridade ministerial. Queria deixar claro a sua missão de pregador itinerante, de um alguém que não tinha residência fixa. Os discípulos que O seguiam deveriam viajar com Ele sabendo disso, portanto, esquecendo-se das suas casas e seus familiares. 

São muitas as pessoas que interpretam de maneira errada a expressão “não ter onde reclinar a cabeça”. Há quem pense que Jesus disse que era alguém que vivia, miseravelmente, como um sem-teto que dormia ao relento, feito os mendigos sujos que dormem nas calçadas e debaixo das pontes dos grandes centros das cidades. Tal interpretação é equivocada. O ministério de Jesus era organizado. Ele tinha arrecadação de dinheiro para sustentar-se, Judas Iscariotes era o tesoureiro (confira lendo Lucas 8.2-3; João 12.6). 

Literalmente, Jesus tinha onde reclinar sua cabeça. Encontramos em Lucas 9.51-52 os discípulos seguindo adiante dEle, com sua permissão para providenciar uma pousada onde pudesse descansar e pernoitar, ou seja, com o conforto de um teto sobre sua cabeça. 

Enfim, quando Jesus disse que não tinha onde reclinar a cabeça, não quis dizer que era um homem que vivia na miserabilidade, entendo que, era algo muito mais profundo,  que beira, inclusive, a raia de não ter alguém, por falta de um mesmo nível de espiritualidade e entendimento, que pudesse compartilhar alguns sentimentos, se é que podemos pensar assim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário