GERAÇÃO PRÉ-ADÂMICA

sábado, 25 de março de 2017

U M M I L H Ã O DE ACESSOS NO BLOG O DETALHE DA PALAVRA!



Taí, U M  M I L H Ã O de acessos neste Blog, vamos começando de novo em busca de mais um milhão, tentando trazer mais detalhes interesSantíssimos da gloriosa Palavra de Deus.

segunda-feira, 20 de março de 2017

FINALMENTE, A DATA DO ARREBATAMENTO DA IGREJA!


Já que muitos estão fazendo previsões sobre a Segunda Vinda, também farei a minha! E eu tenho certeza absoluta de que ela vai se cumprir. Quem não quiser acreditar, que não acredite, mas a minha previsão está baseada inteiramente nas Escrituras!


Bem, antes de revelar quando o Senhor Jesus voltará, gostaria de mencionar algumas previsões que falharam...


Willian Miller, um homem “especialmente escolhido por Deus para iniciar a proclamação da vinda de Cristo” — segundo Ellen G. White — previu, em 1831, que Jesus voltaria em 10 de dezembro de 1843. Com base em cálculos, Miller estabeleceu, ainda, outras datas: outubro de 1844, 1847, 1850, 1852, 1854, 1855, 1863, 1877... Nenhuma previsão se confirmou.


Charles Russel afirmou que a volta de Jesus se daria em 1914. Mais tarde, adiou-a para 1918. Depois da sua morte, em 1916, seu sucessor, Joseph Rutherford, começou a proclamar que, segundo novos cálculos, a vinda de Cristo havia sido transferida para 1925... Nenhuma das predições se cumpriu, mas as testemunhas de Jeová, temendo passar por mentirosas, resolveram voltar à primeira predição: Cristo teria voltado “em espírito”, em 1914, como Russel havia predito a princípio... Que confusão!


Willian Branham, líder do Tabernáculo da Fé — o “Mensageiro do Apocalipse” —, garantiu que a volta do Senhor se daria em 1977. Pregava que seu ministério perduraria até este ano. Mas, para a frustração de seus fiéis seguidores, ele morreu em 1965, doze anos antes de se cumprir a sua predição!


Edgar Whisenant, em 1988, lançou o livro Tempo Emprestado: 88 Razões Por Que o Arrebatamento se Dará em 1988. Ele se baseou em cálculos matemáticos “precisos”... Várias pessoas creram na sua predição... Mas o óbvio aconteceu... Whisenant sequer pediu desculpas. Simplesmente afirmou que se esquecera de um detalhe: fizera seus cálculos até o ano de 1988, enquanto Roma deixara de lado o ano zero. Houve, portanto, no primeiro século, apenas noventa e nove anos. E Jesus voltaria em 1989!


Bang-Ik Ha, um jovem profeta da Missão Mundial Taberah, tinha razões “mais convincentes” para afirmar que Jesus viria em outubro de 1992. Não chegara a essa conclusão apenas por meio de cálculos matemáticos. Ele mesmo fora ao céu várias vezes e recebera “diretamente de Deus” mensagens específicas sobre o futuro do planeta Terra! Vários panfletos alusivos ao acontecimento foram distribuídos pela missão, e a notícia espalhou-se pelo mundo. Até um livro, intitulado O Último Plano de Deus, foi publicado, com o intuito de provar “biblicamente” que a vinda de Jesus se daria na data mencionada... Que desperdício!


Recentemente, certa “apóstola” profetizou que Jesus voltaria em um sábado de 2007, possivelmente 7/7/2007. E agora há alguém afirmando que Ele virá em 21 de maio deste ano...


Mas você quer mesmo saber quando se dará o Arrebatamento da Igreja? Então, vou lhe revelar isso agora! Abra sua Bíblia em Apocalipse 22.20. Eis a resposta: “Certamente, cedo venho”. Esteja preparado, pois pode ser hoje a volta do Rei!


Na verdade, o próprio Senhor Jesus asseverou que “daquele dia e hora ninguém sabe” (Mt 24.36). E também disse: “Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder” (At 1.7). É evidente que Ele, como Todo-Poderoso (Mt 28.18; Ap 1.8), sabe o dia e a hora de sua volta. Quem não o sabe somos nós. Daí Paulo ter afirmado: “acerca dos tempos e das estações, não necessitais de que se vos escreva” (1 Ts 5.1).


Autor: Ciro Sanches Zibordi

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

COM BASE NA BIOLOGIA, PEDIATRAS NORTE AMERICANOS REFUTAM A DIABÓLICA IDEOLOGIA DE GÊNERO!

JORNALISTA ALEXANDRE GARCIA CRITICA IDEOLOGIA DE GÊNERO: "NASCEMOS MACHOS E FÊMEAS"



Um áudio gravado por Alexandre Garcia, no qual ele fala sobre os perigos da ideologia de gênero se tornou viral nos últimos dias, acumulando milhões de visualizações nas mídias sociais. Logo no início de sua declaração, o jornalista deixa claro que ele seu alerta está totalmente baseado em uma nota oficial da Associação Americana de Pediatria e do Chefe da psiquiatria do Hospital da Universidade John Hopkins.


"Todos nascem com sexo biológico. Como no reino animal, na classe dos vertebrados, mamíferos, na ordem dos primatas, na família dos hominideos e aqueles do gênero humano (é isso o que diz a Biologia), nascemos machos e fêmeas. É um fato biológico. Não é a ideologia que marca o nosso sexo", disse o jornalista explicando as declarações contidas na nota oficial.

O jornalista também destacou outra informação sobre a malformação de órgãos genitais, que poderia refutar um argumento comumente usado pelos apoiadores da ideologia de gênero.
"Ele [presidente da Associação Americana de Pediatria] lembra que transtornos de malformação são extremamente raros, transtornos biológicos, fisiológicos e não constituem um terceiro sexo. 'Ninguém nasce com gênero, nasce com sexo', diz a a Associação Americana de Pediatras", acrescentou.

"Os gêneros masculino e feminino só existem na Gramática. O sapato é do gênero masculino, a cadeira é do gênero feminino. Na Biologia, não. Na Biologia temos sexo: machos e fêmeas", lembrou.
Alexandre Garcia também citou o alerta da nota oficial, que trata do uso de bloqueadores de hormônios na puberdade ou a modificação destes, o que pode ser prejudicial à saúde do "paciente".

"Hormônios como testosterona dado para a menina e estrogênio dado para o menino, aumentam a pressão cardíaca, causam coágulos na circulação, podem causar AVC, câncer e o índice de suicídio é 20 vezes maior com o uso de hormônios do sexo oposto", destacou.


Contexto
O alerta repassado pelo jornalista Alexandre Garcia veio à tona em um contexto realmente alarmante. Além dos perigos destacados pela Associação Americana de Pediatras dos EUA - que consideram a ideologia de gênero e os procedimentos resultantes dela como um "abuso infantil" - o Serviço Nacional de Saúde no Reino Unido registrou em dezembro de 2015, um aumento de mais de 1.000% de crianças tratadas devido ao transtorno de identidade de gênero.

No Brasil, a ideologia de gênero já foi proposta por lei, integrar o Plano Nacional de Educação (em escolas de todo o país), mas foi rejeitada, inicialmente em âmbito federal e posteriormente pela maioria dos municípios onde foi votada nas câmaras de vereadores.

Representantes como a psicóloga Marisa Lobo, Claudemiro Ferreira, Magno Malta, Guilherme Schelb e professor Orley Silva, entre outros, têm se empenhado em combater incansavelmente a iodelogia de gênero no Brasil.


A psicóloga paranaense chegou a lançar um livro que alerta sobre o tema, intitulado "Ideologia de Gênero na Educação". Segundo ela, a proposta não consiste apenas na desconstrução da sexualidade, mas resulta na desconstrução do ser humano em si.

"Eles querem dizer que a heterossexualidade não existe, que ela não é normal e que é uma 'norma imposta', 'compulsória'. Isto é dito pelos livros que advogam em favor da 'Teoria Queer' de desconstrução. Esta é uma teoria sobre a qual todos deveríamos saber. Ela desconstrói a fé, desconstrói Deus, desconstrói a sexualidade, a sociedade", alertou.

Ouça o Áudio:





quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

NÃO É O AMOR ESFRIADO QUE AUMENTA A INIQUIDADE!



E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.
Mateus 24:12

Tenho visto nos últimos dias muitas pessoas se utilizando do Versículo acima justifcando o aumento, ou, até mesmo, a multiplicação da iniquidade com o esfriamento do amor. Mas, não é isto que este versículo está dizendo, aliás, é o contrário: é a multiplicação da iniquidade que esfria o amor de muitos.

E como é isso? Uma pessoa que comete iniquidades( estou falando de temas atuais, como massacres em cadeias, terrorismo, estupros coletivos e afins ) não está com o amor esfriado, ELA NÃO TEM AMOR! Pelo menos, com o próximo. Por causa disso, matam seu semelhante como se estivera matando uma barata, um inseto insignificante. Encaixam-se no que diz Paulo a Timóteo sobre o Homem do final dos tempos, amantes de si mesmo, onde o outro não existe!

2 Timóteo, cap 3:

1 Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.
2 Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,
3 Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,
4 Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,
5 Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.

... Mas, e o esfriamento do amor, onde entra, então?

..... Bom, é quando, por exemplo, nós, cidadãos de bem, vemos a notícia de que 60 bandidos foram degolados em um presídio e as primeiras palavras que vêm à nossa mente são: Bem Feito!

.....Deveríamos amar e chorar por essas almas iníquas, mas não conseguimos por que elas são iniquas ao extremo, fazendo com que o nosso amor por elas esfrie.

Precisamos esquentar esse amor, mas, confesso: É difícil demais!!!

É isso aí!


segunda-feira, 7 de novembro de 2016

EUROPEUS DEVEM TER A CORAGEM DE SER CRISTÃOS, DIZ LÍDER ALEMÃ!



Europeus devem “ter a coragem de voltar à Igreja e à Bíblia”, pede Merkel
Declaração da líder alemã surpreendeu a muitos

A chanceler alemã Angela Merkel é filha de um pastor e nunca escondeu sua fé. Em uma palestra recente na Universidade de Berna, Suíça, foi questionada sobre o “perigo” que os imigrantes muçulmanos representariam para a Europa.
Como tem sido amplamente divulgado, a Alemanha é o principal destino de milhares de refugiados que tentam escapar das guerras no Oriente Médio e na África.
A reação de Merkel causou grande desconforto entre os ouvintes, pois foi um tanto inesperada. Afinal, pareceram ter saído de uma líder religiosa, não uma liderança política. Até o momento nenhuma igreja deu declarações tão incisivas sobre o assunto.
Angela disse acreditar que a melhor resposta é os europeus terem “a coragem de ser cristãos, de fomentar o diálogo (com os muçulmanos), de voltar à Igreja, de se aprofundar de novo na Bíblia”. Depois acrescentou, “se você perguntar às crianças em idade escolar o que é o Pentecostes, as respostas provavelmente serão muito decepcionantes”.
O governo alemão está bastante envolvido na busca de uma solução para a crise dos imigrantes. Mas sua líder quis mostrar que não haveria motivos para se ter medo do Islã. Ela tem pedido dialogo e defende que “antes é necessário nos conhecermos e entendermos”.
Merkel disse que “Gostaria de ver mais pessoas tendo a coragem de dizer: “Eu sou cristão”. Lembrou que na Alemanha a frequência à igreja caiu significativamente. Sua sugestão é que ao invés de ter medo das pessoas de outra religião, as pessoas deveriam voltar para as raízes do continente. Lembrou que “nossa tradição é assistir a um culto na igreja e aprender alguns fundamentos bíblicos”.
A Alemanha deverá receber mais de 800 mil refugiados só neste ano – quatro vezes mais do que o total registrado em 2014. O governo afirma que poderá receber até 500 mil refugiados por ano nos próximos anos.
Entre as muitas campanhas contrárias a inserção de todas essas pessoas no país, o principal argumento é que muitos jihadistas e soldados de grupos extremistas estão entrando disfarçados como imigrante.

Com informações de Evangelical Focus