GERAÇÃO PRÉ-ADÂMICA

sexta-feira, 2 de março de 2012

TATUAGEM E MORTOS, O QUE TEM A VER?



Bom, o assunto é polêmico no meio evangélico. Alguns abominam a possibilidade de se fazer qualquer marca no corpo enquanto outros não enxergam nisso nenhum problema.

O que a Bíblia fala sobre tatuagem?


Pra ser honesto, que fala claramente sobre tatuagem nós temos apenas um texto, Levítico 19.28 (sem contar é claro os textos de Apocalipse que falam da marca da besta):

"Não façam cortes em seus corpos por causa dos mortos, nem marca alguma em si mesmos. Eu sou o Senhor."


Muitos usam este versículo para dizer que o crente não pode se tatuar. Será que isso é verdade?

No contexto da passagem vemos adivinhação, feitiçaria (vs. 26) e homenagem a mortos acontecendo. Em outras palavras o cara não se tatuava por que achava bonito, mas esta prática estava ligada à outras que eram claramente pecado. Alguém do povo de Deus jamais deveria se envolver em adivinhação, nem em feitiçaria, nem em qualquer forma de idolatria e quanto aos mortos, deveria perceber a mão de Deus e conformar-se ao invés de procurar práticas para invocar ou reverenciar os mortos.
Para entender melhor existe o texto paralelo de Deuteronômio 14.1-2 que fala do mesmo assunto, mas omite a tatuagem.

"Vocês são os filhos do Senhor, do seu Deus. Não façam cortes no corpo nem rapem a frente da cabeça por causa dos mortos, pois vocês são povo consagrado ao Senhor, ao seu Deus. Dentre todos os povos da face da terra, o Senhor os escolheu para serem o seu tesouro pessoal."


Significado de infinito
Aqui vemos que o povo de Deus era especial, separado pra Deus e deveria ser diferente dos demais povos. Práticas comuns  em outros povos não deveriam acontecer no meio do povo de Deus.
Da mesma forma o fato de ser comum em nossos dias alguma prática, seja ela tatuagem, piercing ou qualquer outra coisa, isso não significa que devemos fazer.
Às vezes até tatuagens bem pequenas podem trazer mensagens que você ainda desconhece, como no caso da tatuagem do infinito que simboliza além de uma constante transformação a ideia da reencarnação.

É pecado se tatuar hoje?
Olhando apenas para estes textos não é possível dizer que tatuar-se é pecado. Precisamos observar alguns outros princípios que vão nos mostrar se devemos ou não fazer uma tatuagem:

  • Tudo o que fazemos deve glorificar a Deus.  Algumas pessoas dizem  que querem se tatuar por que acham bonito. Será que esta é uma razão suficientemente boa? (1 Co 10.31)
  • Não devemos amar nem nos associar com as coisas do mundo. Neste aspecto é preciso sondar nosso coração para perceber se não estamos querendo nos associar com um certo grupo ou valor que não seja de Deus. (1 Jo 2.15)
  • Não devo trazer escândalo com minhas ações. Isso ocorre não só no meio cristão, para mutias pessoas a tatuagem transmite uma mensagem de associação com valores imorais. Será que vou causar escândalo em alguém? (Rm 14.15-16)


E se meus pais forem contrários?
Se seus pais forem contra o fato de você querer fazer uma tatuagem fica claro que você não deve fazer, pois a Bíblia diz que você deve obedecer seus pais (Ef 6.4).


Então


Não posso dizer que fazer uma tatuagem é em si errado, no entanto é preciso sondar nosso coração e observar ao redor se promoverá a glória de Deus ou causará confusão.
É preciso lembrar também que retirar uma tatuagem é praticamente impossível pois é muito caro, então pense muito bem. O que hoje parece aceitável pra você que é jovem, pode não ser tão bom assim quando você estiver casado, trabalhando e tendo que ensinar seus filhos.
Não pergunte apenas por que é errado se tatuar, pergunte por que seria certo fazê-lo.


É isso aí!

Nenhum comentário:

Postar um comentário